Hk Forbidden Hero (HK: Hentai Kamen) Yûichi Fukuda (2013) Japão


Ainda há poucas semanas atrás atribuí pela primeira vez a classificação de zero tigelas de noodles a um filme neste blog e portanto depois de “Visage” eu pensei que pior que aquela desgraça não podia haver.
Bem-vindos a [“HK: Hentai Kamen – Forbidden Super Hero”].
Um filme de Cock-Fu.

hentaikamen01

Sim, eu disse cock-fu. Não conhecem esta arte marcial milenar ?
Quando eu pensava que já tinha visto tudo no que toca a cinema inacreditável saído do oriente eis que o Japão decide mostrar-me mais uma vez que se calhar eu ainda não vi foi nada !
[“HK: Hentai Kamen – Forbidden Super Hero”] é um daqueles filmes que nem merece sequer zero tigelas de noodles, porque na verdade este filme não tem classificação possível.
Se calhar eu deveria arranjar por aqui uma outra escala de valor  para títulos como este pois uma obra assim é quase um género de cinema à parte !
Até eu que pensava que já tinha visto tudo o que havia para ser visto dentro do cinema chunga hilariante fiquei surpreendido.
Ao pé disto, coisas como “Sex is Zero“, “Sexual Parasite Killer Pussy” e “Sars Wars” parecem inocentes filmes da Disney.

hentaikamen17

Na verdade eu estava a ver o raio do filme e só me perguntava se uma coisa como [“HK: Hentai Kamen – Forbidden Super Hero”] não poderá ser também classificada como cinema de autor…
Quer dizer, isto à primeira vista está nos antípodas do género, porque cinema mais ultra comercial penso que seria impossível alguém conseguir fazer; mas pessoalmente eu acho que o filme, está tão à frente mas tão à frente que ainda tudo o resto ainda vai atrás e já isto deu a volta a todos os géneros possíveis e imaginários da história do cinema, acabando inevitávelmente por tocar no estilo de cinema de autor…mas de uma forma totalmente diferente.

hentaikamen06

Senão vejamos, [“HK: Hentai Kamen – Forbidden Super Hero”] é um série B japonês que mais parece um série Z a maior parte do tempo, tem um estilo tão alucinado e tão comercial que acaba por criar uma assinatura pessoal. Uma marca única. Um novo género cinematográfico por si só. E isto é dizer muito, considerando que eu já vi coisas como “Sars Wars” por exemplo…
Este é o tipo de filme que fica cravado na nossa memória, não só por tudo o que contém de genialmente inacreditável mas pelo próprio estilo de realização. Que na verdade não tem estilo nenhum. Ou tem…
Mau.
Ou se calhar é de génio. Ou genialmente mau.

hentaikamen26

Aposto com vocês que eu quando vir a próxima…ehmobra…deste realizador eu nem precisarei de ler o nome de quem o fez para perceber que se trata de mais um filme de Yûichi Fukuda pois este desgraçado para o mal e para o bem já não me sai da cabeça tão cedo.
Portanto a partir do momento em que um gajo consegue um estilo tão demarcado e um produto tão genialmente mau (?) que se torna brilhante…para mim é um – autor – e quero lá saber dos génios da 7º arte que ganham festivais.
Este gajo é um génio.

hentaikamen09

Eu não sou própriamente fã de filmes de super-herois mas abro uma excepção para  [“HK: Hentai Kamen – Forbidden Super Hero”] mesmo sem fazer a mínima ideia do que acho sobre ele. Não sei se isto será o pior filme que alguma vez vi, porque por outro lado é um sério candidato ao melhor filme lixo que me passou pela frente em muitos anos e um verdadeiro filme de culto á espera de ser descoberto. Perfeito para um destes dias também aparecer mencionado no meu blog de cinema de culto e FC, o esquecido… “Universos Esquecidos”…
Pelo que me apercebi, é a adaptação de um Manga já com um grande culto lá pelo Japão e se a BD for metade do que o filme conseguiu mostrar, então só pode ser absolutamente genial.

hentaikamen16

[“HK: Hentai Kamen – Forbidden Super Hero”] tem a maior colecção de cenas parvas e inacreditáveis que vi em anos. Possivelmente um dos filmes com as piadas mais estúpidas que vi em muito tempo mesmo.
Mas por outro lado praticamente tudo nisto funciona à brava e consegue divertir o espectador porque quando pensamos que a história não pode descer mais baixo o filme entra por patamares de ver para crer.

hentaikamen04

O que deve querer dizer que não vamos ver o remate americano deste filme tão cedo. A não ser que o Nicholas Cage aceite passear pelo set de cueca e meia de liga sexy e aí eu pagava para ver.
[“HK: Hentai Kamen – Forbidden Super Hero”] é o super heroi mais genial de todos os tempos. É uma espécie de Homem Aranha japonês que vai buscar os seus poderes quando coloca na cara cuecas usadas de colegiais e se transforma no Panties-Man o super-heroi mais ehm … sexy (?) de todos os tempos ?…

hentaikamen08

Nada falta neste filme. Desde as poses hilariantes do personagem até aos piores super-vilões que alguma vez apareceram no género; tudo em  [“HK: Hentai Kamen – Forbidden Super Hero”]  parece estar feito para nos provocar estupefacção constante. Passamos o filme todo sem acreditar no que estamos a ver e se calhar é esse o grande truque do realizador para nunca percebermos como o raio do filme é do piorio. Ou será que não é ?… As cenas de luta são do mais rasca e amador possível, o suspanse não é para aqui chamado e tudo parece orquestrado para nos destruir o cérebro. Ah, e já agora se pensam que isto é uma cena gay qualquer, esqueçam, isto é muito mais à frente do que tudo aquilo em que vocês possam pensar.

hentaikamen12

E quem pensa que o personagem do Panties-Man bate todos os recordes de qualquer coisa para lá de indiscritível então é porque ainda não viu a mãe do herói que é striper-sado-maso e ao mesmo tempo uma séria candidata ao personagem mais inútil de todos os tempos. Por outro lado é mais um boneco genial que dá ao filme uma estranha aura de qualquer coisa que eu também não consigo definir.
Cromos é que não faltam em  [“HK: Hentai Kamen – Forbidden Super Hero”] , o vilão usa trancinhas à Willie Nelson e come pernas de galinha como um porco javardo, os super vilões que aparecem a desafiar o jovem herói são de ver para crer e claro não podia faltar a miúda fofinha que está perdidamente apaixonada pelo Panties-Man.

hentaikamen13

Eu estou para aqui a escrever mas na verdade estou a inventar coisas em modo automático para dizer, porque o cérebro ainda não recuperou e portanto esta review um dia destes ainda irá sofrer uma qualquer revisão radical quando eu me aperceber realmente do que acabei de ver.
[“HK: Hentai Kamen – Forbidden Super Hero”] não tem classificação possível.
O mesmo se pode dizer do uniforme deste super-heroi.

hentaikamen05

É muito divertido, mas por outro lado também tem coisas menos boas…por exemplo, depois do choque inicial que apanhamos e do divertimento que provoca pela surpresa, a partir da primeira meia hora, o estilo é mais do mesmo e sofre inclusivamente de alguma falta de ritmo a meio da história quando o herói defronta pela primeira vez o herói-bizzaro seu arqui-super-inimigo. A coisa arrasta-se por tempo demais e o filme perde algum do seu fôlego (e imaginação) o que é pena.
Por outro lado nota-se claramente que isto não teve orçamento nenhum e ás vezes ficamos com a ideia de que o argumentista foi inventando à medida que se iam filmando cenas. A montagem é amadora, as cenas de luta são uma anedota e os efeitos digitais são os piores que alguma vez vi numa produção profissional; mas isso não importa de todo pois tudo faz parte do charme do próprio filme que parece estar em esforço constante para nos provar que ainda consegue ser pior do que aquilo que nós julgamos.

hentaikamen14

A verdade é que este é um daqueles filmes que ou se odeia de morte ou nos divertimos totalmente com ele enquanto dura, apesar de se calhar também ter duração a mais. Se em vez de 1h45m tivesse tido apenas uns 80 minutos teria sido perfeito.
Como comédia sexual eu diria que se calhar seria genial, se a gente conseguisse ter tempo para rir.
Pela minha parte passei mais tempo estupefacto a olhar para o que aparecia no écran do que a achar graça ao suposto humor da história.  Mas fartei-me de rir à parva e não sei bem do quê.
O filme é hilariante porque é parvo como o raio mas para dizer a verdade eu nem me lembro dos gags que supostamente deveriam ser para rir…

hentaikamen02

De qualquer forma é impossível não curtir um filme assim e eu pela minha parte mal posso esperar pela sequela.
Quem parece ter-se divertido muito a fazer isto foram os actores e aqui nota alta para o gajo que faz de super-heroi pois é preciso realmente ter tomates para se expor fisicamente da forma que o faz num filme como este.
E tomates acompanhados do resto são essencialmente a temática desta história e parte fundamental nos combates de Kung-Fu… ou Bolas-Fu… ou Dick-Fu ?…

Karaté com pilas !

hentaikamen23

Hollywood suck on this !

—————————————————————————————————————

CLASSIFICAÇÃO

O que dizer de um filme inclassificável ?…
Se aguentarem o estilo, é imperdível. Se gostarem de super-herois e pensam que já não havia mais nenhum super-heroi que pudesse ser inventado, pensem duas vezes.
Três tigelas de noodles porque é bom demais, sendo mau como o raio mas provávelmente será o melhor filme de super-herois de todos os tempos e com todo o mérito. Por outro lado…não tentem fazer isto em casa…

noodle2.jpg noodle2.jpg noodle2.jpg

A favor: o conceito do personagem é genial, o uniforme é de ver para crer, o actor principal faz um trabalho excelente com um material potencialmente destruidor de carreiras, tem espírito de série B genuíno, é de ver para crer.

Contra:
é de ver para crer, a partir do meio sofre de várias quebras no ritmo narrativo e perde muita da piada pela repetição.

—————————————————————————————————————

NOTAS ADICIONAIS

Trailer
https://www.youtube.com/watch?v=TozprFrnn10

———————————

gif

IMDB
http://www.imdb.com/title/tt2708764

——————————————————————————————————————

Se gostou, vai gostar certamente dos seguintes filmes abaixo.

capinha_sex-is-zero capinha_sars-wars capinha_killer_pussy   

——————————————————————————————————————

Cinema_oriental_no_facebook

 

Kiseichuu: kiraa pusshii (Sexual Parasite Killer Pussy) Takao Nakano (2004) Japão


Sexo e deboche.
Miudas orientais nuas, mamas por todo o lado e pouca-vergonha da boa quanto baste com boé de lésbicas de olhos em bico á mistura.
Agora é que este blog vai triplicar as visitas.
Bem-vindos a [“Sexual Parasite Killer Pussy“].
E não, vocês nunca viram nada assim.

Se calhar depois desta primeira imagem eu já nem precisava dizer mais nada mas…vocês nunca viram uma chungaria como esta e também nunca viram tanta gaja nua e tanto sexo numa recomendação deste blog.
Fica desde já aqui o aviso que este titulo não será própriamente recomendável ás minhas leitoras mais sensiveis.
Além disso este texto poderá tornar-se inclusivamente bastante chunga para condizer com o filme.
[“Sexual Parasite Killer Pussy“] é puro cinema exploitation que se assume como chungaria libidinosa para machos ainda mais grunhos desde o primeiro minuto e como tal só agradará aquele público que curtir o género e entrar neste universo sem qualquer preconceito pois aqui nada é para ser levado a sério.
É um titulo totalmente despretencioso e nota-se que o objectivo foi mesmo criar um produto que divertisse por (não) ser tão chocante, tendo o resultado sido brilhante na minha opinião e não estava nada á espera disto.

Este é o tipo de filme que se fosse bom, teria sido péssimo.
Como é péssimo, logo é totalmente genial. Porque é do piorio. Mesmo !
Tudo falha em [“Sexual Parasite Killer Pussy“] , logo tudo acerta em cheio porque nada funciona.
E se nada funciona temos um filme totalmente divertido a muitos níveis e este é um daqueles títulos em que se sente que os criadores se devem ter divertido bastante a fazer o pior que podiam para nosso prazer.

Tudo o que é cliché chunga está neste filme, a começar pelo sexo. Montes de sexo.
E se procuram um filme de terror, esqueçam. Isto só pode ser para rir.
Aliás, se este filme tem uma falha gravíssima é precisamente por causa do sexo.
Não por este estar sempre presente ;(o que foi, não gostam ?), mas porque alguém deveria ter tido coragem de ter ido mais longe embora seja esta indefinição que remeta este titulo para o género dos chamados Pink Films.
[“Sexual Parasite Killer Pussy“] só por um triz não é um filme porno totalmente hardcore e merecia ter sido.
Não me surpreenderia de todo se inicialmente tivesse sido pensado como tal.

Este titulo merecia ter sido um filme porno plenamente assumido, isto porque se assim fosse teriamos tido aqui um daqueles raros exemplos de cinema pornográfico que realmente cativaria o público não só pelo sexo mas porque seria um titulo divertido mesmo nas cenas onde não há miudas nuas a comerem qualquer coisa.
Aliás, nunca se percebe bem se [“Sexual Parasite Killer Pussy“] é uma história escrita para mostrar miudas e rapazinhos no deboche de dez em dez minutos com uma história de terror á mistura, ou se será uma história de terror com sexo inserido a martelo porque fica sempre bem mostrar umas gajas nuas a se comerem umas ás outras, a serem comidas pelo elenco masculino, ou a comerem o elenco masculino.

A esta altura vocês devem estar a pensar que já viram dezenas de filmes com adolescentes onde há sempre a inevitável cena com sexo ou pelo menos miudas com mamas boas á mostra por dá-cá-aquela-palha. Se estão a pensar nos habituais filmes de terror teen americanos, deixem-me dizer-lhes que as cenas de sexo neste [“Sexual Parasite Killer Pussy“] são um bocadinho mais ousadas do que costuma passar por erotísmo nas produções da terra do tio Sam e eu não estava nada á espera disto, pois pensava que ia encontrar o típico título de terror com monstros e adolescentes e mamas ao léu em moldes mais ocidentais mas filmado no Japão.

Fiquei com a ideia de que isto será inclusivamente uma daquelas produções com actores porno que querem dar o salto para o cinema-mainstream. Um pouco como os filmes “normais” em que a Tracy Lords, a Ginger Lynn ou o Ron Jeremy costumam entrar para mostrar que são mais do que um pedaço de carne, pois só assim consigo explicar até a própria ousadia sexual de alguns momentos presentes em [“Sexual Parasite Killer Pussy“].

As miudas em [“Sexual Parasite Killer Pussy“] têm mesmo um certo ar chunga natural o que só lhes fica bem.
Aliás, quando a melhor performance do filme vem do monstro de plástico a gente percebe logo que isto só pode ser um titulo de qualidade a sério.
Qual Casablanca qual quê ! Ainda me vêm falar dos clássicos ! Eu queria ver a Ingrid Bergman a representar da mesma forma com um alien com dentes a sair da vagina !
E depois ainda dizem que o pessoal do cinema chunga não sabe representar ! O mundo é muito injusto.
Por outro lado este é o filme certo para desmistificar aquele ar de miuda fofinha oriental a que estamos habituados nos filmes do Japão, porque pelo menos eu com aqueles grandes planos de mamas no ecran a todo o instante a meio do filme já nem me lembrava que “Be with You” existia !

Portanto meus amigos, (e quem sabe, amigas), se gostam de vaginas vão gostar deste filme.
Por outro lado, [“Sexual Parasite Killer Pussy“] pode dar cabo da vossa vida sexual por uns tempos.
Depois de verem isto, a vossa vida nunca mais será a mesma.
E já agora, nunca mais irão para olhar para Alien da mesma forma também pois inevitávelmente  irão sempre recordar-se que um dia viram um dos piores clones do género que alguma vez julgaram ser possivel e de repente o monstro a sair do peito de John Hurt já não lhes irá parecer tão fantástico assim. Nada se compara a uma boa vagina com dentes.

Possivelmente será um dos piores filmes que alguma vez vi e portanto ao contrário do que vocês pensam, este segue já com a minha mais alta recomendação apesar da nota mediana que irá levar no final.
[“Sexual Parasite Killer Pussy“] é tão mau, mas tão mau que se torna absolutamente divertido e irressistível e vai encher as medidas de todo o pessoal que costuma chegar até este blog á procura de filmes com miudas orientais nuas ou quem está á procura de um daqueles verdadeiros títulos de culto dentro do cinema oriental a pedir uma descoberta.
É este !
E só tem 60 minutos !!!
A sério.
É bem pequeno mas parece muito maior porque tem sempre tanta coisa a acontecer a todo o instante que nunca dá descanso ao espectador e por isso garanto-vos que se gostarem de cinema de baixo orçamento, têm aqui provavelmente a melhor produção sem-orçamento do cinema oriental que alguma vez poderão encontrar pela frente.

O que me leva ás coisas positivas.
Tem gajas nuas e sexo.
Adolescentes imbecis aos bocados, castrações á dentada, baldes de sangue e muito terror de meter medo.
Mais gajas e mais sexo.
Mamas.
Vaginas com dentes e meninas lesbianas orientais, o que é sempre bom.
E também tem indios da Amazónia.

Eu disse, indios da Amazónia.
Bem, na verdade, é apenas um indio da Amazónia.
E suspeito que não terá própriamente nascido no Brasil. Ou já agora, que viva na Amazónia. (Vide senhor á direita na foto acima.)
Será certamente o primeiro  indio nativo da Amazónia a ter nascido no Japão e a viver algures num jardim botânico em Tokio, o que só demonstra o cuidado que houve nesta produção carregada de localizações deslumbrantes e efeitos especiais que os irá fazer cair para o lado.
De tanto rir.

Depois de ver a criatura de [“Sexual Parasite Killer Pussy“] eu juro que nunca mais faço comentários depreciativos em relação aos milhares de Godzillas made-in-japan com os seus fantásticos efeitos especiais estilo Power Rangers.
Isto, porque este monstro vaginal presente agora neste filme bate tudo o que vocês possam imaginar no que toca a monstros de plástico.
E já lhes falei das cenas de acção e violência ?

[“Sexual Parasite Killer Pussy“] além de ser chunga sexualmente e parecer-se a todo o momento com um daqueles posters para camionistas mas com gajas que mexem as mamas, é também um verdadeiro filme do Rambo, onde não falta a clássica sequência em que o heroi, neste caso a heroína se arma com tudo o que tem á mão e mete uma fita na cabeça, aqui num excelente cruzamento entre John Rambo, Helen Rippley e puta da esquina.

Depois a rapariga entra por uma onda de violência verdadeiramente arrepiante quando se lança á caça das outras gajas boas que entretanto ficaram possuídas pelo monstro e numa cena extraordináriamente cruel, espanca (mas com muito carinho) a outra chavala chungosa do filme na melhor cena de espancamento com um tubo de metal que vocês alguma vez verão num filme para gajos de barba rija.

Entretanto, há mais umas mamas e umas cenas de quecas orientais pelo meio para não desanimar o pessoal.
Tudo regado a banhos de sangue e muito gore.
Se é que se pode chamar gore a isto, pois comparado com [“Sexual Parasite Killer Pussy“], o filme “Hell” made-in-tailandia é um verdadeiro Sexta-Feira 13.
Querem tripas ? Querem entranhas banhadas em sangue e verdadeiros momentos nojentos com pessoas decepadas ?
Não é aqui neste filme.

O que levam daqui são cenas geniais com tripas feitas de tubos e mangueiras pintadas de vermelho e uma castração hilariante quando um dos rapazinhos é literalmente comido por uma das miúdas.
E já agora, [“Sexual Parasite Killer Pussy“] dá um novo significado ao sexo-oral também.
Como podem ver este filme tem tudo ! Excepto cinema talvez…
Por isso como podemos não gostar desta obra-prima ?
Os melhores 60 minutos que vocês poderão passar a ver um filme se entrarem no espírito da coisa.

——————————————————————————————————————

CLASSIFICAÇÃO:

Vejamos…o filme é brilhante. Por isso não se deixem ficar pela minha singela classificação de apenas trés tigelas de noodles, até porque não poderia classificar isto de outra forma. Se curtem cinema de culto ultra-chunga, acrescentem-lhe mais um par de tigelas de noodles por vossa conta.
O filme é mau como o raio, mas é essa a sua grande força. Por outro lado é do piorio. Mas é bom.
E tem miudas chungosas orientais nuas em montes de deboche. E vaginas com dentes.
É boooooom !

noodle2.jpg noodle2.jpg noodle2.jpg

A favor:  É completamente chunga e um excelente exemplo daquilo que é designado por Pink films no japão, tem gajas nuas, tem sexo, tem meninas lesbianas, tem mais gajas nuas, tem mamas por todo o lado, tem mais meninas lesbianas, tem mais sexo, tem chungaria que nunca mais acaba, não tem orçamento nenhum, parece um soft-porno inacabado com montes de sangue e monstros á mistura, tem mais mamas, tem mais deboche, tem violência de cair a rir, efeitos nada especiais, e mais sexo, gajas nuas outra vez, quem sempre quis saber como é o interior de uma vagina não é aqui que vai encontrar a resposta, é um filme de terror que não mete medo, os monstros são de plástico e nota-se,  tem uma vagina com dentes, tem castrações á dentada, tem violência erótica com tubos e canos (não é isso seus tarados), tem mais sexo, não se leva a sério, tem apenas 60 minutos embora para mim a duração ideal seria 69 pois as cenas eróticas são mais ousadas do que é costume encontrarmos neste tipo de filmes de terror com adolescentes imbecis, quem gosta do Brain Dead ou Bad Taste de Peter Jackson não pode perder isto.
Contra: quem não percebe onde está a piada no cinema de culto ultra low-budget não vai conseguir olhar para este excelente exemplo do exploitation oriental  trinta segundos sequer, devia ter sido um porno totalmente assumido pois assim parece que lhe falta coragem de ter ido mais longe nas cenas de sexo.

—————————————————————————————————————

NOTAS ADICIONAIS:

Trailer
http://www.youtube.com/watch?v=vsgDN2AjN8w&feature=related

Comprar
http://www.amazon.com/Sexual-Parasite-Sakurako-Kaoru/dp/B000XSKDLU/ref=sr_1_3?ie=UTF8&qid=1314306110&sr=8-3

Download com legendas em PT/Br

IMDB

http://www.imdb.com/title/tt0434125/

——————————————————————————————————————

Se gostou deste poderá gostar de:

——————————————————————————————————————